Jornal da Universidade Federal do Pará. Ano XXX Nº 130. Abril e Maio de 2016

Editorial edição 130

Você está passeando na Estação das Docas, em Belém, apreciando o pôr do sol à margem da Baía do Guajará. De repente, em sua direção, caminham três garotas vestidas como personagens de história em quadrinhos ou desenho animado. O olhar de surpresa e admiração é comum para Avany, Wanessa e Lênory, as cosplayers que ilustram a reportagem sobre a pesquisa realizada por Paula Ramos para a dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFPA. O estudo discute corpo, gênero e performance entre os fãs da cultura pop japonesa em Belém.

A reportagem “Degenerados e contagiantes” revela as estratégias utilizadas nas primeiras décadas do século XX para controlar a doença venérea mais perigosa da época: a sífilis. Pesquisando os Jornais Folha do Norte, Estado do Pará e A Província do Pará, a historiadora Luiza Helena Miranda Amador descobriu que a doença era uma ameaça ao progresso do País e, por isso, era tratada como caso de polícia.

Também nesta edição: A escola itinerante criada para formar professores indígenas; Grupo de Física Experimental avança com pesquisas publicadas em revistas internacionais; O drama da migração para os que fogem das guerras; O patrimônio de Fortalezinha escolhido pelos moradores da Ilha. 

Rosyane Rodrigues
Editora
comentários (0)

Escreva seu comentário
menor | maior

busy