Jornal da Universidade Federal do Pará. Ano XXX Nº 130. Abril e Maio de 2016

Açaí pode prevenir doenças do coração

Brasil é o maior produtor, consumidor e exportador
de açaí. A bebida é rica em antioxidantes e fibras

por Mayara Albuquerque / Maio 2012
foto Mácio Ferreira


Puro, com farinha, peixe frito ou camarão, a polpa do açaí está diariamente no cardápio dos paraenses e também alimenta uma cadeia produtiva que começa nas propriedades ribeirinhas e segue até a distribuição para o mercado internacional. O que nem todos conhecem são os benefícios que o alimento pode trazer à saúde. A pesquisa realizada pela professora Claudine Maria Alves Feio, do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará, comprovou que o açaí pode atuar na prevenção de doenças cardiovasculares.

As doenças cardiovasculares (DCV) são responsáveis por, aproximadamente, 50% das mortes em países ocidentais. Estima-se que dois terços das mortes por DCV ocorram em países em desenvolvimento, como o Brasil, taxa que corresponde ao dobro da taxa observada em países desenvolvidos.

No País, a principal causa de morte ainda é o acidente vascular cerebral (AVC), entretanto, em alguns locais, como o Estado de São Paulo, o perfil de mortalidade se assemelha ao de países mais desenvolvidos, ou seja, a maior mortalidade decorre da doença aterosclerótica ou doença arterial coronariana, que é caracterizada pelo estreitamento dos vasos que suprem o coração em decorrência do espessamento da camada interna da artéria devido ao acúmulo de placas de gordura.

A doença aterosclerótica se desenvolve em virtude de depósitos de gordura, colesterol, cálcio, colágeno e outros materiais sobre a parede das artérias, formando placas, que podem crescer restringindo o fluxo sanguíneo ou podem se romper levando à formação de coágulos que podem ocasionar a obstrução do fluxo sanguíneo e, em última análise, o infarto.

O Brasil é o maior produtor, consumidor e exportador de açaí, bebida rica em gorduras mono e poli-insaturadas, fitosteróis, antioxidantes e fibras. Um litro de açaí do tipo médio contém 33 vezes mais antocianinas do que um litro de vinho tinto, por exemplo. A bebida é normalmente comercializada à temperatura ambiente ou na forma congelada. Predominante na Região Norte, o Pará é responsável por 95% da produção de açaí do País, calculada em 100 a 180 mil litros/dia só em Belém.

Ação vasodilatadora, anti-hipertensiva e anti-inflamatória

"Nós ingerimos o açaí, mas não temos noção do valor nutricional que ele tem. Apesar de possuir um alto teor de gorduras, a maioria é de boa qualidade (60%, são monoinsaturadas e 13% são poli-insaturadas), que são gorduras benéficas ao organismo, porque diminuem os níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) e ajudam a aumentar os níveis de colesterol HDL (colesterol bom), auxiliando, assim, na proteção do sistema cardiovascular", explica a professora Claudine Feio, que defendeu tese de doutorado sobre o tema na Escola de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

De acordo com a professora, o alimento também tem ação vasodilatadora, anti-hipertensiva, anti-inflamatória, além de reduzir as desordens metabólicas. "O açaí é uma fruta de grande valor energético, rico em valores nutricionais e até mesmo funcionais. A sua ingestão deve ser o mais natural possível e em substituição a pequenas refeições", afirma.
O estudo foi desenvolvido durante três anos, com 30 coelhos da raça Nova Zelândia, os quais permaneceram 15 dias em adaptação. Após este período, foram coletados 10 ml de sangue total para as dosagens laboratoriais basais, ou seja, em condições normais, com menor possibilidade de interferência. A ração consumida anteriormente foi substituída por uma ração enriquecida com colesterol a 0,5%, para indução do aumento do colesterol no sangue dos animais e consequente desenvolvimento de aterosclerose, por um período de três meses. Após novas determinações laboratoriais e verificação dos níveis de colesterol, os animais foram aleatoriamente alocados em dois grupos, o grupo I (açaí) e o grupo II (controle).

Os dois grupos continuaram a receber dietas enriquecidas com colesterol. Para o grupo I, foi adicionado 80 ml de açaí/dia e água, e para o grupo II, somente água. Após 12 semanas deste tratamento, foi realizada nova coleta de sangue para avaliação dos parâmetros. Nesse momento, os animais foram sacrificados, retirando-se a artéria aorta em toda a sua extensão para quantificação da área ocupada por placas de gordura. A aterosclerose induzida pela dieta rica em colesterol foi significantemente atenuada na artéria aórtica dos coelhos que tiveram açaí em suas dietas.

Professora indica consumo de 300g de açaí todos os dias

Claudine Feio afirma que o estudo pode ser estendido às pessoas obedecendo a certas condições: o alimento deve ser consumido sem adição de açúcar, farinha e outros ingredientes. "O açaí deve ser consumido puro para, desta forma, agir como um suplemento alimentar que proteja contra doenças cardiovasculares. A adição de ingredientes como o açúcar ou a farinha deixam o alimento hipercalórico, atenuando, deste modo, sua ação benéfica," explica.

A professora afirma, também, que, dentro dessas condições, o açaí consumido diariamente e de forma moderada traz inúmeros benefícios para a saúde. Segundo ela, para uma pessoa que pese em média 60 Kg, o consumo ideal seria em torno de 300g de açaí todos os dias. "O açaí é rico em sais minerais, zinco, magnésio, ferro, então, não é necessário adicionar nenhum outro elemento. Como em nosso Estado o consumo de açaí é elevado, esta pesquisa sugere uma ótima notícia para a população," festeja.

A pesquisadora defende que o alimento faça parte da merenda escolar. "Atualmente, os alunos consomem macarronada, feijão com charque e outros alimentos gordurosos que induzem a elevação do colesterol. Por que então não usar o açaí, sem exagero, como lanche nas escolas, já que ele traz tantos benefícios para a saúde? Nutricionalmente é melhor e, economicamente, é até mais viável," propõe.

Para aqueles que deixaram de consumir o açaí por medo da doença de Chagas, a professora esclarece: não há relação direta entre a fruta e a doença. "Normalmente, os surtos da doença de Chagas acontecem quando a lavagem do açaí não é feita corretamente. Assim como acontece no Pará, acontece em outros Estados com o caldo de cana, o suco de goiaba, entre outros alimentos. Então, o problema é a falta de higiene e não o fruto," afirma.

Segundo Claudine Feio, além da importância alimentar, como suplemento, o consumo elevado também beneficiaria a economia local. "Muitas vezes, pessoas de outros Estados e até de outros países valorizam mais nossos alimentos do que nós que os temos com tanta facilidade. Precisamos começar a valorizar o que é nosso," conclui.

Saiba mais – O mal de Chagas é uma doença infecciosa causada pelo protozoário Tripanosoma cruzi, que pode ser adquirida pelo contato com as fezes do barbeiro. Entre os principais sintomas, estão febre, inchaço e problema cardíaco, que, em estado avançado, leva o paciente à morte.

comentários (5)
Os benefícios do açai
escrito por Raimundo das Graças Carvalho de Almeida, maio 14, 2012
Gostaria de parebenizar a Professora Claudine pela importante pesquisa e principalmente pela constatação dos benefícios à saude dessa fruta tão apreciada e consumida em nosso Estado. As informações sobre o consumo correto e não relação direta com a doença de chagas são relevante, bem como a sugestão para inclusão no cardápio da merenda escolar. Pesquisas desse porte, é o que nosso País necessita.
...
escrito por Cristina Pinheiro, maio 16, 2012
Muito importante e bom saber disso, para uma apreciadora de açaí como eu, vou divulgar para meus amigos. Abs a todos. Cristina.
servidor de nivel medio
escrito por Francisco Paulino Narciso dos Santos, maio 16, 2012
Sou diabetico e hipertenso deixei de tomar açai por causa do alto teor de calorias. Agora vou volta a tomar.
Açai nos RU´S
escrito por Eduardo Franco, maio 25, 2012
Beleza essa matéria e artigo. Agora não seria o caso de os RU´s tanto da UFPA quanto da UFRA servirem essa bebida tão deliciosa como sobremesa...

< Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. >
MONAVIE
escrito por TANIA, novembro 04, 2012
OLÁ MEU MARIDO USA MONAVIE,NO PRODUTO TEM VARIAS FRUTAS JUNTAS,INCLUSIVE O AÇAÍ,O QUE VOCÊS PODEM ME RESPONDER SOBRE ESSE PRODUTO MONAVIE,ASSIM MISTURADO COM ~´ARIAS OUTRAS FUTAS PODE FAZER MAL PARA QUEM TEM PRESSÃO ALTA E PROBLEMAS CADIACOS,E TAMBÉM PESSOAS QUE JÁ TEVE AVC?
AGUARDO RESPOSTA
OBRIGADA
TANIA JUSSARA

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. |

Escreva seu comentário
menor | maior

busy